Post this

It’s a heartache…’

E neste mês, partiu do nosso mundo um dos maiores talentos por trás das passarelas, Alexander McQueen, de apenas 40 anos. O genioso, talentoso, contemporâneo e criativo designer de moda deixou muitas famosas fãs e toda uma legião de discípulos fashionistas.

Em trágicas circunstâncias, Alexander foi encontrado morto em casa, enforcado, a polícia aponta para suicídio. Com ele, vai-se um mestre do figurino fantástico, teatral, dramático, cujos desfiles sempre foram surpreendentes. Cores exuberantes e formas no mínimo diferentes destacavam suas obras, como as modelos meio humanas, meio anfíbias, supensas em sapatos-tatu altissimos.

Especula-se que Lee, como era chamado entre amigos, nunca se recuperou totalmente da morte da amiga e mentora, Isabella Blow. A jornalista levou McQueen, no início dos ano 90, ao encontro dos ‘poderosos’ da época e foi apartir dai que deslanchou sua carreira. Diagnosticada com câncer de ovário, em 2007, se matou ingerindo formicida. Mas Alexander estaria deprimido também pela morte na semana anterior, da mãe, Joyce. Dias antes de sua morte, ele deixou um sincero depoimento no Twitter, em que declarou: “Foi uma semana difícil. Meus amigos foram ótimos, mas agora tenho de achar um jeito de sair dessa.”

No Brit Awards, Gaga, foi quem prestou homenagem a seu estilista preferido e também grande amigo.

O site de McQueen que permaneceu fora do ar durante a semana do luto, com uma declaração oficial da família sobre sua morte, pedindo nada mais que respeito da mídia, voltou com um tributo video-editado, promovido pelo grupo Gucci e família McQueen, sobre a tragetória do estilista.

Ainda no site é possível acessar um novo link que compila toda a ‘essência’ da marca, até hoje comandada pelo próprio Alexander, os principais desfiles, os principais produtos, as melhores campanhas.

McQueen nasceu em Londres, na classe média baixa inglesa, e fez tanto da Escócia de seus antepassados quanto da origem humilde temas recorrentes na carreira. Homossexual assumido, costumava dizer que ”saiu direto do útero da mãe para a parada gay”. Caçula de seis irmãos, era na própria definição ”a ovelha cor de rosa da família”.

Confira agora, algumas imagens da carreira de Alexander:

Chorei glitter quando recebi a notícia, afinal, McQueen era o ”rei das minhas caveiras”, do meu Eu excêntrico, do meu Eu ”Gaga” … hahaha

Xoxoo..

Ps da blogueira

E ontem, Stella McCartney, Naomi Campbell, Daphne Guinness e Kate Moss foram ao funeral de Alexander McQueen, em Londres. A cerimônia foi fechada para a família e amigos próximos, e foi seguida por uma recepção no Hotel Claridge, um dos preferidos do designer. Uma cerimônia maior está nos planos da família, mas nenhuma data foi divulgada.

Fotos do funeral:

LUTO muito rendado e emplumado!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s