Eles

Like a boy

Como tradição aqui no blog, toda semana tem o post Inspiração, para homens e mulheres se inspirarem em looks de street style, mas muitas vezes recebo comentários entre amigos como: “tal look é muito afeminado”, “não gostaria de ver meu namorado usando isso”. Opinião é opinião, mas as questões são as seguintes: Por que os homens tem medo de usar certas roupas? Por que tem medo de parecerem menos másculos ou gays?

A resposta vai a fundo no comportamento, não é? Os homens parecem (e querem) ter um universo muito mais delimitado e menos livre para agir e parecer. Estão dentro daquilo: precisam reproduzir concepções de poder físico, de controle, virilidade, conquistas profissionais, papéis familiares patriarcais. E ponto. A moda gira em torno dessa mesma base e não tem muito onde criar. E é por isso que apesar de não ser o maior fã do Marc Jacobs, admiro o fato dele não ligar em andar de saias por aí.

Por que a gente não pode demonstrar tanta sensibilidade? Por que não podemos gostar de futebol e costura ao mesmo tempo? Que peso é viver nesse molde! Há homens ainda por aí, arrotando pelas ruas ou mesmo espancando gays pra mostrar que ainda sabem o que são. Mas sabem mesmo?

As pessoas se chocavam quando Coco Chanel ou Marlene Dietrich usavam calças lá nas décadas de 1920-1930. Hoje é tão comum as mulheres usarem calças… As mulheres viveram anos e anos fazendo revoluções feministas e os homens parecem continuar os mesmos que os pais, avós, bisavós…

As mulheres podem usar looks ‘boyish’, ternos, oxfords. Sinto falta dessa liberdade e também desse ‘quê’ de sonho que a moda feminina proporciona. E a moda sim demonstra muito do que a gente sente por dentro. Os homens precisam ser mais corajosos. E as mulheres precisam estar à altura desse novo homem, deixando de lado aquele ideal antigo de homem provedor. Não são as mulheres mesmo que querem ser independentes? No fundo, a gente se trava muito pelo medo do que vão pensar de nós. Continuamos na vida seguindo tradições que não fazem mais sentido hoje em dia. Estamos muito acomodados ao que a gente considera ser ‘normal’. Eu me sinto mais feliz quando expresso quem realmente sou, quando eu resolvi colocar pra fora aquela pessoa que eu gostaria de ser. 

Por isso, liberte seu estilo pessoal.. vista-se como você bem entende sem medo de ser feliz!

xoxo

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s